Como denunciar site falso

Seja bem vindo ao projeto É CONFIÁVEL. Neste artigo você vai receber dicas sobre como evitar golpes e denunciá-los, para que você efetue compras com segurança no E-commerce.

Quando o assunto é Comprar Online o consumidor sempre fica com um pé atrás. Isso deve-se à grande quantidade de atividade fraudulenta na internet que deixa o consumidor muito receoso e acaba comprometendo a credibilidade de vendas do E-Commerce.

O E-commerce é seguro SIM!

Existem formas totalmente seguras de se fazer compras online, como exemplo o Mercado Pago da empresa Mercado Livre. Essa ferramenta lhe dá a possibilidade de receber o seu dinheiro de volta caso não receba o produto: Saiba Mais. Na hora de comprar, evite sites com preços absurdos e duvidosos,  uma rápida busca nas redes irá revelar que um produto que custa R$ 100,00 naquele site na verdade está com preço de tabela R$ 700,00 nos mais diversos varejistas do mercado.

Como Saber Se Um Site É Confiável ?

A realidade é que não há como saber se realmente o site é fraudulento, a não ser que seja constatado com relatos ou por checagem de informações junto ao PROCON – Programa de Proteção e Defesa do Consumidor. Este órgão mantém uma lista de sites que recebem muitas reclamações relacionadas à atividade suspeita na internet que funciona da seguinte maneira: ao receber uma reclamação, o PROCON emite um comunicado à empresa para que se manifeste acerca do assunto. Caso não se manifeste, o órgão de defesa do consumidor mobilizará o setor jurídico para tratar do assunto. Enquanto não é constatada a ilegalidade da empresa no judiciário, esta entrará para a lista de empresas suspeitas que o consumidor deverá evitar.clique aqui para verificar a lista.
Porém, mesmo com esta campanha em favor do cliente, nem o Procon sabe se realmente o site É CONFIÁVEL. Era seguro afirmar que sim mas infelizmente é uma realidade que está ficando distante pois existem diversos meios de burlar a fiscalização: usando CNPJ de laranjas para abrir a loja virtual afim de manter um CNPJ ativo fazendo com que o site tenha credibilidade e legalidade. Por isso, atualmente a forma mais confiável de se obter informação para uma compra online é por meio das recomendações de pessoas próximas, como amigos e parentes. Existem sites reconhecidos que fazem esta disseminação de opiniões como o Reclame Aqui. Tome muito cuidado quando for comprar on-line e sempre busque o máximo de informações para que o sonho do e-commerce não se torne um pesadelo.

 

 

Como denunciar?

A denúncia é uma forma de prevenção para que não ocorram mais crimes relacionados àquela pessoa jurídica. Para crimes cibernéticos existem delegacias especializadas no assunto abaixo estão os dados e informações para denúncia:
 

São Paulo:

DIG-DEIC – 4ª Delegacia – Delitos praticados por Meios Eletrônicos. Presta atendimento presencial, por telefone e via Web. Endereço: Av. Zack Narchi, 152, Carandiru – São Paulo (SP) Fone: (11) 2224-0721 ou 2221 – 7030. Para denunciar qualquer espécie de delito virtual anonimamente, utilize o e-mail: 4dp.dig.deic@policiacivil.sp.gov.br

O Site Crimes Pela Internet com o objetivo de informar o seu publico esclarece que a 4ª Delegacia – Delitos praticados por Meios Eletrônicos investiga apenas fraudes patrimoniais praticadas por meio eletrônico no âmbito da Capital do estado de São Paulo tais como:

Crimes de estelionato; furto mediante fraude; desvio de dinheiro de contas bancárias; pagamento de títulos por meio de fraudes, empresas falsas de empréstimos; compras de mercadorias em sites falsos (e-commerce).

Assim, caso a denuncia trate de crimes contra a honra (injuria, calunia e difamação), ou ameaças praticados por meio de redes sociais, blogs, e-mails, falsidade ideológica (fakes, perfis falsos, documentos, sites falsos, etc), ofensas ao direito do autor, invasão de dispositivo informático, “furto” de senhas ou de dados, deveram ser registradas em qualquer outra delegacia. Dê preferência a delegacia mais perto de sua residência.

Crimes de pedofilia ou outros de cunho sexual que envolvam crianças ou adolescente ou extorsão onde houve utilização da Internet para a  pratica do delito deverá ser apresentados o Departamento de Proteção à Pessoa –D.H.P.P. Rua brigadeiro Tobias, nº 527 5º Andar. – Centro de São Paulo.

Rio de Janeiro:

Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) – Rua Professor Clementino Fraga, nº 77 (2º andar), Cidade Nova (prédio da 6ª DP), Rio de Janeiro/RJ (CEP: 20230-250), telefones (0xx21) 2332-8192, 2332-8188 e 23328191 e e-mails drci@pcivil.rj.gov.br ;

Espírito Santo:

Delegacia de Repressão a Crimes Eletrônicos (DRCE) – Av. Nossa Senhora da Penha, 2290, Bairro Santa Luiza, Vitória/ES (CEP: 29045-403), telefone (0xx27) 3137-2607 e e-mail drce@pc.es.gov.br;

Minas Gerais:

DEICC – Delegacia Especializada de Investigações de Crimes Cibernéticos – Av. Nossa Senhora de Fátima, 2855 – Bairro Carlos Prates – CEP: 30.710-020, Telefone (33) 3212-3002, e-mail dercifelab.di@pc.mg.gov.br;

Paraná:

Nuciber da Polícia Civil do Paraná – Rua José Loureiro, 376, 1º andar – sala 1  – Centro – 80010-000 – Curitiba-PR, Tel:(41) 3323-9448 – Fax: (41) 3323-9448, e-mail cibercrimes@pc.pr.gov.br;

Rio Grande do Sul:

Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos (DRCI/DEIC) – Av. Cristiano Fischer, 1440, Bairro Jardim do Salso em Porto Alegre, na mesma sede do DEIC. O telefone de contato é (0xx51) 3288-9815, e-mail drci@pc.rs.gov.br;

Distrito Federal:

Divisão de Repressão aos Crimes de Alta Tecnologia (DICAT) – Não atende diretamente ao público, neste caso a vítima pode procurar a delegacia mais próxima para efetuar registro de ocorrência, A DICAT é uma Divisão especializada em crimes tecnológicos que tem como atribuição assessorar as demais unidades da Polícia Civil do Distrito Federal, o telefone é (0xx61) 3462-9533 e e-mail dicat@pcdf.df.gov.br;

Goiás:

Gerência de Inteligência da Polícia Civil – Setor de Análise (0xx62) 3201-6352 e 6357)

Pará:

Delegacia de Repressão aos Crimes Tecnológicos – Travessa Vileta, n° 1.100,  Pedreira. Belém-PA. CEP: 66.085-710, com telefone de contato (91) 4006-8103, e-mail drct@policiacivil.pa.gov.br. A DRCT é vinculada à Diretoria de Repressão ao Crime Organizado.

Mato Grosso – Cuiabá:

Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnologia – GECAT –  Av. Cel. Escolástico Nº, Bandeirantes – Cuiabá – Cep: 78.010-200 – Telefone: (65) 363-5656

Sergipe – Aracaju

Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC) – Rua Laranjeiras, nº 960, Bairro Centro  – Aracaju – Cep: 4900-000 telefone: (79) 3198-1124.

 

Para saber quais materiais você deve reunir para apresentá-las como provas no registro de um boletim de ocorrência, sugiro que visualize

 

Entre os crimes mais praticados na internet estão os crimes relacionados à honra. A sensação de impunidade e a ilusão do anonimato fazem com que as pessoas tomem atitudes sem pensar nas consequências.

Se você foi vítima de um crime virtual tome as seguintes providências:

1) Colete as evidências do crime eletrônico. Salve os arquivos, e-mails, capturas de telas (Print Screen), e qualquer outro material que comprove o crime. Mas seja rápido, pois, no mundo virtual, as evidências desaparecem muito rápido.

2) Procure um cartório para registrar uma Ata Notarial das evidências, este documento pode ser usado como prova na justiça.

3) Faça um boletim de ocorrência numa conforme descrito acima, caso não haja em sua cidade, registre a ocorrência na delegacia mais próxima da sua casa.

Mas fique atento, em casos de ofensas ou calúnias enviadas por e-mail, não existe crime se somente a pessoa que sofreu as difamações recebeu a mensagem. Já e-mails enviados a terceiros ou sites com conteúdo ofensivo configuram crime. Segundo a legislação atual, os servidores não podem ser responsabilizados criminalmente pelo conteúdo dos sites que hospedam.

 

Este artigo contem como fonte em algumas informações vinda de: http://www.crimespelainternet.com.br

 

Solicitar a Retirada do site do AR

 

Bom agora vamos ter mais um pouco de cautela, conseguimos uma parceria com a Registro.br na qual iremos encaminhar e-mails direto a um email do setor responsável onde será ANALISADO a retirada deste site do AR, como isso funciona na prática?

 

Pergunta: Se eu enviar os documentos necessários o site vai ser retirado do AR?

Resposta: Será enviado a entidade e eles irão analisar todo o tramite, compete a empresa responsável analisar e retirar o site do AR ou não, vai da analise geral.

 

Pergunta: Como eu faço essa denuncia para retirar o site do AR?

Resposta:  Envie um email com todos os dados abaixo.

 

Email: contato@e-confiavel.com

Assunto: Denuncia

Anexo: B.O (este documento será enviado a empresa pode se registrado em qualquer delegacia)

Relato: Um breve relato do ocorrido.

 

Atenção

Fique ciente que qualquer documento falso é por sua responsabilidade, lembre-se que é ilegal qualquer denuncia falsa e pode acarretar em problemas judicias, a É CONFIÁVEL não tem qualquer responsabilidade pelos dados fornecidos em sua denuncia, apenas iremos repassar as informações a entidade competente.

 

Att: Renato Assis – CEO Fundador

Logo assinatura é confiável